Problemas na Tradução, Profissional da Tradução, Tipos de Tradução, Tradução

As limitações dos tradutores automáticos para acadêmicos

Pesquisadores lidam o tempo todo com referências bibliográficas escritas em outros idiomas e isso tende a ser cada vez mais natural conforme o número de artigos disponíveis online aumenta.

Muitas vezes, independente de o autor ter algum conhecimento na língua estrangeira, surgirão termos e expressões que trarão interpretações confusas, exigindo o auxílio de um dicionário.

Hoje, além do dicionário, há a possibilidade de recorrer a ferramentas de tradução automática, como o Google Tradutor. Mas você sabe como usar esse recurso de maneira produtiva?

Como e quando usar o Google Tradutor

Engana-se quem pensa que as ferramentas de tradução online são as mais indicadas para traduzir textos inteiros. Elas são efetivas apenas para dúvidas pontuais. Então, se você precisa ler um artigo cujo idioma desconhece completamente, o Google Tradutor certamente não será a melhor solução. Em muitos casos, você terá que recorrer a um tradutor profissional.

É preciso esclarecer que o Google Tradutor também não será a melhor alternativa caso você precise escrever um texto em um idioma que não domina. Mesmo que o texto em questão seja um resumo acadêmico, o ideal é não confiar em ferramentas de tradução. É importante lembrar que apesar das melhorias constantes, elas ainda possuem um conjunto variado de limitações: não entendem contexto, não interpretam, não possuem vocabulário diversificado.

Desse modo, você pode usar o Google Tradutor para problemas pontuais, mas nunca para substituir o trabalho de um tradutor profissional e experiente.

Vantagens e desvantagens

Apesar das limitações, as ferramentas automáticas apresentam algumas vantagens. A principal delas, como já mencionamos, é o esclarecimento de pequenas dúvidas. Além disso, os tradutores funcionam como um dicionário, oferecendo explicações sobre o verbete no idioma inicial e apresentando exemplos de uso. Esse mecanismo auxilia na escolha do termo mais apropriado.

Outra vantagem é que tradutores são ferramentas construídas de forma colaborativa, sendo possível sugerir melhorias para a tradução de certos termos. Esse trabalho conjunto e constante pode fazer com que as ferramentas se tornem cada vez mais precisas.

Por outro lado, elas tendem a traduzir palavras e expressões de modo literal. Ainda que já existam expressões idiomáticas corretamente definidas em algumas línguas, há uma ampla parte do vocabulário que ainda precisa ser aprimorada.

Outro aspecto importante é estar atento à qualidade do texto original. Quanto mais extensos forem os parágrafos e mais complexo for o raciocínio apresentado, mais deficiente será a tradução.

Por fim, o fato de muitas ferramentas de tradução serem aprimoradas de modo colaborativo também tem seu lado negativo: as maiores contribuições ocorrem sempre em idiomas mais populares, logo, a qualidade da tradução pode variar bastante entre os diferentes idiomas.

Como é possível observar, o Google Tradutor e outras ferramentas do tipo podem ajudar os pesquisadores em tarefas simples, ainda que não substituam o trabalho de um profissional.

Receive FREE resources, information and
insights from the translation industry!


Share your thoughts

Aviso importante: As opiniões aqui expressas pelos blogueiros e aqueles que prestam comentários são exclusivamente deles e não refletem as opiniões da Crimson Interactive ou qualquer funcionário da empresa. A Crimson Interactive não é responsável pela precisão de quaisquer informações fornecidas pelos blogueiros. Embora todo o cuidado seja tomado para fornecer aos leitores as informações mais precisas e análises honestas, utilize o seu poder de apreciação antes de tomar quaisquer decisões com base nas informações contidas neste blog. O autor não irá compensá-lo de qualquer forma, se você sofrer uma perda / inconveniência / danos devido / ao fazer a utilização de informações contidas neste blog.

Copyright © 2017 Ulatus Brasil Blog | Todos os direitos reservados.