Cultura da tradução, Tradução

O valor da nuance cultural na tradução

east-meets-west-leisure

Nos Estados Unidos, “pinto bean” é um feijão muito popular, mas esse é um ingrediente que dificilmente encontraremos nas cozinhas brasileiras, ao menos não com o mesmo nome. Esse exemplo demonstra a influência que a cultura de um país exerce sobre o idioma. É por causa de fatores como esse, que a tradução exige mais do que uma simples troca de palavras.

Até o momento, nenhuma ferramenta automática consegue lidar com nuances culturais e a única maneira de evitar que a tradução perca o sentido ou que gere constrangimento para o autor é garantir que o tradutor contratado tenha profunda experiência com os idiomas e as culturas envolvidas. Essa é uma medida simples que garante não só a precisão nos aspectos linguísticos, mas também a clareza e a compreensão do texto.

Incompatibilidade cultural

Contratos: O contrato é um dos textos de maior complexidade cultural principalmente por ser um documento que depende da legislação de cada país. O tradutor desse tipo de material precisa não só ter fluência nos idiomas envolvidos, como conhecer as leis das quais o documento trata, além de ficar atento às especificidades de ambas as culturas.

Normas sociais: O inglês é um idioma objetivo e conciso. Para muitas culturas, essas características podem soar rudes. No Japão, por exemplo, não é aconselhável se dirigir a uma pessoa mais velha e a uma criança da mesma maneira. Há também diferentes formalidades para falar com homens e com mulheres, de modo que uma ideia pode precisar de mais palavras para se expressar apropriadamente.

O hindi também possui essa pecualiaridade. Uma frase como “eu te amo” precisa ser dita de diferentes maneiras por homens e mulheres. Caso o mesmo diálogo se dê com uma pessoa mais velha ou com alguém que não lhe seja íntimo, os pronomes de tratamento serão substituídos. Além do mais, até a palavra “amor” precisa ser analisada com cautela, pois ela  pode demonstrar desde amizade até desejo sexual.

É improvável que a palavra “amor” seja encontrada em textos acadêmicos ou em documentos técnicos, mas assim como essa sutileza, os idiomas têm, em geral, muitas outras, que podem prejudicar um relacionamento profissional e até comprometer toda a mensagem.

Figuras de linguagem: A cultura japonesa não utiliza muitas figuras de linguagem. Um tradutor familiarizado com esse aspecto pode adaptar o texto, traduzindo as ideias de modo mais objetivo. Ao encontrar figuras de linguagem, ele precisa buscar histórias ou expressões que tenham o mesmo sentido na cultura alvo, do contrário, os significados poderão se perder.

Ao pesquisar por tradutores e agências, dê preferência para profissionais que tenham vivência cultural e especialização na área, além de fluência nos idiomas solicitados. Caso você não encontre pessoas com esse perfil, opte por contratar um tradutor competente e um revisor de tradução com experiência no tema. Esses cuidados podem evitar mal entendidos e até a inutilização de documentos.

 

Este artigo foi escrito por Robert Stitt, a content writer da Ulatus.

Receive FREE resources, information and
insights from the translation industry!


Share your thoughts

Aviso importante: As opiniões aqui expressas pelos blogueiros e aqueles que prestam comentários são exclusivamente deles e não refletem as opiniões da Crimson Interactive ou qualquer funcionário da empresa. A Crimson Interactive não é responsável pela precisão de quaisquer informações fornecidas pelos blogueiros. Embora todo o cuidado seja tomado para fornecer aos leitores as informações mais precisas e análises honestas, utilize o seu poder de apreciação antes de tomar quaisquer decisões com base nas informações contidas neste blog. O autor não irá compensá-lo de qualquer forma, se você sofrer uma perda / inconveniência / danos devido / ao fazer a utilização de informações contidas neste blog.

Copyright © 2020 Ulatus Brasil Blog | Todos os direitos reservados.